sábado, 3 de setembro de 2011

Espera!...


O primeiro encontro!
O coração ferve, se acelera...
ela se atrasa, perderemos o
teatro!
Mas isso importa?
Depois de tanto tempo,
tantas brigas, tantas promessas,
eis que chega o dia tão aguardado,
sonhado, desejado, chorado...
Sim, hoje ela virá!
Finalmente depois de anos
de espera, ela veio!
Preciso que algupem me belisque,
não acredito ainda que seja verdade,
mas é! Eu a vi mais cedo, na sua chegada!
Ahhh...depois de tantos planos,
ligações, emails, torpedos na calada da noite,
enfim chega o grande dia.
To me sentindo um garotinho,
mias pernas tremem diante
do sentir colada em mim,
meu amor.
Juntinha, agarradinha em mim.
Não tá frio, mas é o calor do amor,
dessa paixão que nos carrega a tanto tempo
e que hoje temos a chance de enfim
consumá-la!
Chega o dia...
que encerra de vez essa espera cruel, lancinante.
Mas, daqui para a frente será somente a espera,
até que ela simplesmente saia do banho,
nua em pelo,
e se atire sobre mim,
para me dar o amor
que nunca tive na vida.

(Carlos Almo - 04 de setembro de 2011)

2 comentários:

Carlos Almo disse...

O relogio é implacavel. assim como o amor, ele não espera...Bjsss.

Blue disse...

Ouvi uma vez alguém dizer que o melhor de tudo é a espera.
Gera expectativas, montamos planos e mais planos. Sonhamos com este momento. E quando ele chega, tudo passa tão rápido!

Beijo

Postar um comentário