domingo, 1 de abril de 2012

Vontades!...

Me vejo em uma situação complicada. Às vezes erro, às vezes. Mas entenda que, não tenho um controle-remoto para o mundo e, depois de muito aprender, ainda consigo sentir o vazio de quem não sabe nada. A mão do homem é rudimentar demais para conseguir manipular as próprias vontades e nenhum ser humano poderia julgar tão bem como uma balança.
Em meio ao desespero da alma tenta-se tomar rédeas em todas as situações. Mas andei "me tratando" dessa mania besta de procurar o bendito controle-remoto por todos os cantos. Confesso que não desisti, até mesmo porque, eu queria poder controlar apenas um mundo. Um só, o meu.
Mas diga-se de passagem, por graça e misericórdia, não consegui nenhuma vez, e duvido que alguém consiga sem que, antes, as coisas passem pelas mãos dEle.!

Um comentário:

Manuel Luis disse...

O meu control remoto da-te chocolate para adoçar as ideias. Os olhares desafiam-se, por entre a cintilação das luzes. O gosto pela fotografia e pela escrita, espelha-se aqui.
Cada gosto é um sonho, cada pedacinho um sorriso.
Sente-te vencedora. Bons momentos.
Dois beijos.

Postar um comentário